25 de mar de 2013

Brasil de Fato rompe o silêncio


Por Cléber Sérgio de Seixas*

O tema das privatizações dos presídios foi matéria de capa do jornal Brasil de Fato em sua edição de  n° 522 (28 a 6 de março de 2013). Numa reportagem de duas páginas, foi abordado o assunto da construção e inauguração do primeiro presídio privado do Brasil em Ribeirão das Neves (MG), as irregularidades jurídicas que envolvem a questão e o que pode estar por trás da privatização do sistema prisional no País.

No dia 28 de janeiro de 2013, a Rede Nós Amamos Neves – entidade que há anos luta contra a vinda de mais presídios para aquela que é a cidade mineira que possui a maior população carcerária do Estado – perdeu mais um round na luta contra a vinda de mais presídios para o município.  Nessa data foi inaugurado em Ribeirão das Neves o primeiro presídio privado do Brasil em regime de PPP (Parceria Público-Privada). O assunto nunca fora trazido à baila por veículos de comunicação, com exceção de alguns blogs locais independentes, a exemplo deste e do Observadores Sociais.

O Brasil de Fato rompeu o silêncio obsequioso dos veículos de comunicação de maior alcance e circulação, e prestou um grande serviço a todos os cidadãos nevenses interessados no desenvolvimento do município e no desaparecimento da alcunha e estigma de “cidade dos presídios” atribuído a Ribeirão das Neves, cidade que, diga-se de passagem, detém o menor IDH da Região Metropolitana.

Em breve este blog reproduzirá a mátéria em sua íntegra.


* Cléber Sérgio de Seixas é militante da Rede Nós Amamos Neves.

Nenhum comentário: